Portugal cedeu frente à Namíbia em Coimbra

Novembro 24, 2018

 

Os Lobos foram neste sábado vencidos pela Namíbia por 23-29, em jogo-teste da Janela Internacional de Outono realizado no Estádio Municipal de Taveiro, em Coimbra.  

Num jogo bem disputado, a Seleção Africana foi a primeira a marcar aos cinco minutos de jogo com um ensaio convertido, mas logo de seguida, no contra-ataque, e pelas mãos do capitão Salvador Vassalo, Portugal conseguiu seus primeiros cinco pontos. Nuno Sousa Guedes foi preciso e igualou o resultado (7-7).

Aos 17 minutos a Namíbia beneficiou de uma penalidade o que colocou o adversário português em vantagem, contudo, o abertura luso, Nuno Sousa Guedes fez o 10-10 dez minutos depois. 

Já perto do fim do primeiro tempo, a Namíbia adiantou-se no marcador com mais um ensaio convertido e Manuel Marta com transformação de Sousa Guedes garantiram o empate na saída para o intervalo a 17-17. 

Após a pausa, o encontro continuou equilibrado, mas o cansaço português sob chuva intensa começou a fazer-se sentir e o oponente luso conseguiu marcar o seu terceiro ensaio aos 10 minutos do segundo tempo. A transformação bem-sucedida deu à Namíbia o 17-24. 

A formação lusa voltou a conquistar mais uma penalidade aos 54 minutos e Nuno Sousa Guedes continuou certeiro. Com um excelente pontapé em cima da linha de meio-campo diminuiu a diferença na pontuação para 20-24. 

A Namíbia conseguiu novo ensaio aos 66 minutos, no entanto, a falha na transformação e nova penalidade certeira de Sousa Guedes permitiu a Portugal continuar a sonhar com a vitória através do 23-29 a 15 minutos do fim do encontro. 

Apesar de um pontapé bem conseguido de João Belo a 45 segundos do término da partida, que colocou Portugal perto da zona de ensaio do adversário, os Lobos já não conseguiram pontuar antes do apito final de Mike Adamson. 

 

XV de Portugal:

1- José Lupi; 2 – Nuno Mascarenhas; 3 – Diogo Hasse Ferreira; 4 – Rui D’Orey; 5 – Salvador Vassalo © (5); 6 – David Wallis; 7 – Sebastião Villax; 8 – Francisco Sousa; 9 – Francisco Vieira; 10 – Nuno Sousa Guedes (2+2+3+3+3); 11 – Pedro Silvério; 12 – António Vidinha; 13 – Rodrigo Freudenthal; 14 – Fábio Conceição; 15 – Manuel Marta (5).

Suplentes:

16 – João Bernardo Melo; 17 – João Vasco Corte Real; 18 – Francisco Bruno; 19 – Manuel Picão; 20 – José Roque; 21 – João Belo; 22 – Frederico Caetano; 23 – Pedro Cordeiro.

share on entry